Prefeitura cria formulário para turistas solicitarem entrada em Araponga e região

A Prefeitura de Araponga criou um formulário online voltado para pessoas que desejam passear pelos atrativos naturais da região do município. O arquivo, disponível no site da Prefeitura de Araponga (Clique Aqui), deve ser preenchido e o cadastro autorizado pela prefeitura para que o turista passe pela barreira sanitária criada no local, como forma de controle de segurança, devido a pandemia do novo cononavírus. A Central responsável por analisar os formulários funciona, das 8h às 15h, de segunda a sexta-feira. Araponga é uma das cidades do entorno do Parque Estadual da Serra do Brigadeiro que permanece fechado até autorização do Instituto Estadual de Florestas (IEF).

Prefeitura cria formulário para turistas solicitarem entrada em Araponga e região

Até o dia 31 de agosto, último boletim divulgado no site da Prefeitura, a cidade tinha apenas um caso confirmado, um suspeito em investigação, dois em monitoramento e 70 descartados. Até o momento, ela permanece na onda amarela, do plano Minas Consciente, que visa estabelecer um retorno gradativo da economia em Minas. Assim, as atividades de hospedaria, bares e restaurantes estão autorizadas desde que adotem medidas de segurança determinadas pelo protocolo único do programa e/ou outras estabelecidas pelo próprio Município.


Na última semana, pousadas localizadas na região do Estouro, divulgaram que reabririam com restrições e regras de segurança a partir do dia 15 de setembro, terça-feira. A decisão foi tomada após os proprietários dos empreendimentos realizarem reunião junto com representantes da Vigilância da Sanitária da Prefeitura de Araponga - MG.


Antes de iniciar o questionário com 18 perguntas, o visitante deve declarar que está ciente da gravidade da situação e entender os riscos as quais está se submetendo. Além disso, ele deve se comprometer a usar máscara o tempo todo e higienizar as mãos como medida de segurança necessária ao combate do coronavírus (COVID-19).


No município as normas foram estabelecidas pelo Decreto 3.057/2020, "sob pena de, em caso de violação a essa determinação, sujeitar-se às prescrições criminais cabíveis em consonância com os termos do Decreto Municipal. Caso apresente algum dos sintomas típicos do coronavírus, tais como tosse, febre e dificuldade para respirar, deverá informar imediatamente o Centro de Saúde do Município".